#DraMarianaExplica: alimentação e envelhecimento

Neste post a doutora Mariana Guatimosim, nossa nutricionista, conta como uma alimentação colorida pode retardar o envelhecimento.

O processo de envelhecimento pode ser acelerado com o aumento do estresse oxidativo do corpo, ou seja, com o desequilíbrio dos radicais livres presentes no nosso corpo.

Quando falamos da alimentação, ela possui um importante papel no controle desse estresse com a oferta de antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres.

Mas como isso se relaciona com as cores da alimentação?

Os vegetais são alimentos com alta concentração de fitoquímicos, substâncias que apresentam ação antioxidante e anti-inflamatória e auxiliam na prevenção e no combate de inúmeras doenças, além de favorecer a diminuição da síntese e da ação dos radicais livres.

Por isso, uma forma eficiente de variar os fitoquímicos e favorecer o aumento do efeito protetor e antioxidante (alô alô rugas!) deles é variar a coloração dos vegetais.

Quanto mais colorido, maior variedade de antioxidantes e de benefícios à saúde!

Quem ai costuma fazer pratos coloridos? (não vale colorir com m&ms hein)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Como podemos lhe ajudar?